Ascensão do Senhor

May 19, 2020 | Gospel Reflections

Mateus 28, 16-20

Reflexão do Dia da Festa pela Irmã Rebecca Spires, SNDdeN

 

A mensagem de Jesus é muito clara: Vai ao mundo inteiro, não deixe ninguém de fora. Ensina o que eu vos ensinei, faz o que eu fazia. E isso me lembra das palavras de Madre São José: “Vive com a vida de Jesus, ama com o seu coração, pense com a sua mente, aja com a sua força.” (Conselhos Espirituais n°2) Estavam aí: Jesus e os onze. Só onze e até alguns deles ainda tiveram dúvida. Mas Jesus está passando a missão para eles, para nós. Com todas nossas fraquezas e dúvidas e incapacidade, defeitos… somos nós como os onze que ele escolheu e a quem ele confia a missão que recebeu do Pai. A missão é simples, mas não fácil. É abrangente, grande, imenso. Requer corações grandes como o mundo. Sim, a tarefa é impossível! Afinal, os onze e nós somos uma gota no oceano.

Ele nunca disse que seria fácil e nem ter sucesso. Mas ele promete e garante sua presença, companhia e força para continuar encarando o que der e vier. Ele tem toda autoridade no céu e na terra e somos nós que ele escolha para dar continuidade a sua missão; somos autorizados. E ele promete estar conosco todos os dias até o fim do mundo. Não estamos só um instante sequer, em nenhuma situação por difícil ou dolorosa que seja.

Ele diz vai, sai, chega a todos sem exceção. Mas agora, neste pandemia de 2020, temos que ficar em casa. Precisamos adaptar nossa missão utilizando todos os meios tecnológicos a nossa disposição para alcançar quem mais precisa de encorajamento, consolação, quem luta contra o avanço da doença e cuida dos que estão sofrendo, quem perdeu pessoas amadas nesta pandemia. Rezamos muito por aqueles que sofrem, os que têm medo, os que não sabem mais o que fazer, por aqueles que sonham que, com as lições desta experiência, possamos transformar a sociedade. Já que a missão é ir ao mundo todo, sem deixar ninguém de fora, rezamos também por aqueles que loucamente colocam todos em perigo por preocupar-se mais com a economia do que com a vida.

E vamos sonhando e preparando, planejando como vai ser depois da grande saída deste isolamento. Se o normal a que estávamos habituados foi consumismo, relacionamentos via mídia virtual sem dar atenção a quem está ao meu lado ou na minha frente, economia acima de pessoas, a terra e natureza meros objetos para tirar o que quer e descartar ou matar o resto. Se este foi o normal, é melhor nunca voltar a ele. Vamos recriar, reinventar nossa sociedade, por em prática tudo que estamos aprendendo neste retiro prolongado, sabendo que Jesus, sentado a direito do Pai na glória está no meio de nós.

Mateus 28:16-20

 

E os onze discípulos partiram para a Galiléia, para o monte que Jesus lhes tinha designado.
E, quando o viram, o adoraram; mas alguns duvidaram.
E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra.
Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;
Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.

O Evangelho do Senhor…

 

Meet Sister Rebecca Spires, SNDdeN

 

A sister of Notre Dame since 1958 and missionary in Brazil since 1970, Sister Rebeca’s main ministry is with indigenous peoples in the extreme north of Brazil. At present, the main focus of this mission is the formation of indigenous ministers of the sacraments. She also helped initiate and is in constant collaboration with the Mission at the Borders which joins efforts with teams in French Guyana and Suriname to prevent and halt human traffic, infantile prostitution, domestic violence and assist migrants, both those passing and those who, unable to move on, live in the most dire poverty. And in the coming and going the people who live on the street and have nothing at all have won her heart. While there is so little she is able to do for them, they know they will always get a warm embrace, a shoulder to cry on, a listener.